No painel de hoje 
Buscar
  • Painel

Indica #7- Auto da Compadecida -Filme

Auto da compadecia é a original peça de teatro escrita por Ariano Suassuana no ano de 1955, Ariano sempre foi em sua vida um militante da luta pelas regionalidades sobretudo as nordestinas, ele acreditava na pluralidade brasileira e toda sua riqueza possível. Caminhando na suas obras o esforço de aproximação entre o Brasil e seu Povo.


Nessa obra que é um drama não é diferente afastado de todo o enredo existe uma critica a politica e a distribuição de renda nordestina norteado pelo cordel para contar a historia o ato da peça que foi adaptado futuramente no filme conta com três fases.


A historia conta a aventura da dupla Chicó ( Selton Mello) e Joao de Grillo ( Matheus Natchergaele) ambos buscando uma forma de sobrevivência através da miséria do sertão, dentro desse contexto se deparam com padres, cangaceiros e burgueses, eles tem diversos desdobramentos com os personagens da trama.



O vilarejo de Tapearoá é o destino da fé, e por lá se pode ver a religião e os traços da crença católica no povo brasileiro, a adaptação para o cinema foi fiel a todo os fluxos da obra original isso possibilitou que se compreende-se o Brasil do sertão de meados do século vinte.


Esse traço alegórico vinculado a regionalidade é aquilo que o Auto da compadecida propõe uma volta e uma remontada aos instintos interiores de nos brasileiros.

Texto do indica: Rebeca Alves

Ilustração capa e foto: o Globo

19 visualizações
O que você achou dessa exposição ?
APOIE A NOSSA CAUSA
Deixe uma doação única de R$10
arrow&v
logo painel.jpg
logo painel.jpg